BARCELONA TRAVEL DIARY - I

- País: Espanha
- Moeda: Euro (EUR)
- Língua: Castelhano e Catalão
- Capital: Madrid
- Fuso horário: GMT + 01:00

Outubro, 2016

Sempre que viajo pela Europa prefiro pagar mais um pouco pelo alojamento e ficar bem localizada do que pagar menos e perder tempo e dinheiro em transportes. Gostamos de andar a pé, por isso, optámos por ficar na Praça da Catalunha. Ficámos bem no centro da cidade, super bem localizados, no hotel Hotel Atlantis by Atbcn (não é nada de especial mas para viagens na Europa é mais do que suficiente, uma vez que passamos o dia todo fora. Tem pequeno almoço, o que também me é importante porque, geralmente, comer na rua sai mais caro).

A cidade é linda e, até hoje, é o único sítio onde me via a viver. O único senão é mesmo a comida. Não gosto nada da gastronomia. Para além de uma cidade cheia de vida, de gente, de movimento... É uma cidade enorme e nós só tínhamos 3 dias. Como o primeiro saiu meio furado, devido, ao mau tempo pensámos que seria melhor comprarmos bilhetes no Hop-on Hop-off, aqueles autocarros turísticos que nos levam a todos os pontos de interesse da cidade. Sem isso, não tínhamos visitado tudo aquilo que tínhamos planeado. Perde-se imenso tempo em deslocações, pois é tudo muito longe umas coisas das outras. Adorei a experiência e super recomendo. 

Dividimos a cidade em dois. Num dia visitámos a zona sul e noutro a zona norte. 

Bem, fizemos check in no hotel e optámos, uma vez que chovia torrencialmente, por visitar aquilo que tínhamos por perto do nosso hotel e que desse para ir a pé, pois, só tínhamos comprado os bilhetes do autocarro turístico para os dois dias seguintes.

Andámos pela Praça da Catalunha e fomos dar ao Passeig de Grácia, um avenida enorme, cheia de lojas, restaurantes, imensa gente... Um género de Avenida da Liberdade aqui em Portugal. A chuva não deu tréguas e fomos visitar a Casa Battló de Antoni Gaudi, pelo menos estávamos abrigados da chuva. E foi uma ótima ideia, não tenho palavras para descrever a arte que ali se respira. As cores, as formas, a arquitetura, sei lá, tudo muito bonito. 

Quando entramos dão-nos uns fones e um tablet com imagens em 3D, ou seja, à medida que vamos andando pela casa e pelas divisões vamos ouvindo a história e vendo a casa mobilada. Uma experiência muito gira, pois parece que estamos dentro do ecrã. O bilhete foi um pouco caro, cerca de 30€ por pessoa, mas passámos ali umas 2h muito interessantes. 

Seguimos para o Bairro Gótico que também ficava perto de onde estávamos. Tínhamos apenas de atravessar as famosas Ramblas, perdição para quem gosta de lojas e comércio. Um autêntico mundo. 

Adorei o bairro gótico, todo o ambiente que o envolve tem um misticismo muito peculiar e característico. Visitámos a Catedral que é enorme! Para quem é católico vai adorar e para quem não é, não tem como ficar indiferente. Devido ao mau tempo decidimos lá voltar no último dia para passear e desfrutar mais um pouco daquele ambiente. 


















No segundo dia acordámos bem cedinho e fomos logo visitar a Casa Milá, mais conhecida como La Pedrera, outra obra de Antoni Gaudi e mais uma vez fiquei boquiaberta com aquilo que vi e com aquele terraço imenso, que tem uma vista sobre a cidade espetacular. 

Seguimos para a Praça de Espanha onde se situa o Palau Nacional e a fonte de Montjuic, mais conhecida como fonte mágica devido aos seus espetáculos noturnos de luz e som. Durante a noite deve ser mais bonito do que durante o dia. Ali, tivemos pouco tempo. Subimos ao palácio para apreciar mais uma vista bonita mas não o visitámos por dentro, porque aquilo que tínhamos lido sobre o palácio não nos suscitou interesse para tal.

Apanhámos o bus turístico e fomos até à zona da praia de Barceloneta, passeámos pela zona de Port Vell onde se situa a marina e fomos andando até a praia, que também adorámos! 

Relembro que o autocarro para em mil e um sítios mas nós só saíamos naqueles que nos interessavam. E até porque há sítios que não vale a pena sair, pois o autocarro enquanto vai andando, também através de uns fones, vai-nos explicando o que vamos vendo à esquerda, direita, etc. Ficámos a conhecer tudo na mesma só que de outra perspetiva. 
















Adicionar legenda


Sem comentários

Publicar um comentário

Professional Blog Designs by pipdig